)

jun 08 2013

O Hinduísmo e os Ovnis

As incríveis vimanas do Hinduísmo

Mahadeva Shiva

A Índia já é mais do que reconhecida como uma das regiões das mais antigas civilizações do planeta. E muito antes de existir a Índia, já existia a religião que hoje é seguida por 80% dos habitantes deste planeta, o hinduísmo. Com certeza uma das mais antigas religiões do planeta, porém não se tem certeza de onde surgiu o hinduísmo, imagina-se que veio das crenças de antigos arianos das regiões próximas à Índia. E o termo hindu, existia muito antes do hinduísmo, palavra persa que se referia àqueles que viviam do lado oposto ao rio Indo. A religião surgiu por volta de 6000 A.C. todavia, os templos e evidências das crenças no hinduísmo ocorreram por volta de 2600 a.C.. E o período védico, das práticas mais consistentes do hinduísmo, foi entre 1500 e 500 a.C., período que foram feitos os famosos sânscritos hindus e foram terminados apenas nos primeiros anos da era cristã. É uma religião incrível que abrange diversos pontos e fatos impressionantes, é uma religião realmente repleta de história e influentes aspectos, mas não podemos listar aqui. Iremos destacar alguns pontos muito importantes para a religião e para nós pontuais para serem discutidos.

Escrituras Hindu

Há 5000 anos, na Índia, inscrições foram feitas num livro sagrado hindu chamado, Bhagavad Purana. Nestes sânscritos, existem inscrições sobre uma nave espacial pilotada pelo rei Shalva, feita de metal, aparecia em dois lugares ao mesmo tempo e se movia pelo céu como uma borboleta. E entre outros como o Mahabharata, Rigveda e Ramayana, existem descrições sobre as vimanas, com mais de 30 metros de comprimento e equipadas com capacidades encontradas nos modernos aviões. Lá também dizia que uma vimana podia produzir um feixe de luz, que destrói um alvo com sua força. Estas vimanas faziam guerras nos céus, diversas voando e atirando jatos de luz com um enorme poder, podendo destruir cidades inteiras em instantes. Em um sânscrito, são citadas três grandes cidades que orbitavam o planeta Terra, feitas de metal brilhante e em um momento, as três entram em guerra, jogando raios de fogo sobre a Terra, destruindo regiões inteiras do planeta, até se destruírem.

Arvore Hindu

Possuíam motores em alguns textos e em outros eram puxados por animais, porém sempre voadores e com um poder em guerras surpreendente. Algumas vimanas possuíam uma arma chamada Arma Brahma ou Brahmastra, descrita como uma luz mais poderosa que 1000 sóis, que podiam desintegrar cidades, aniquilar pessoas, e aqueles que não morriam durante a explosão com o tempo perdiam cabelos, unhas, partes dos corpos e desenvolviam doenças fatais. São descrições muito similares a radiação, causadas por uma explosão nuclear. Teriam os indianos usado bombas nucleares ha 5000 anos?

Hinduismo

Em muitas inscrições, as vimanas saem da Terra, mergulham e viajam sob a água, depois voam em uma grande velocidade para o espaço, indo inclusive a outros planetas.   E acreditem, por mais fantasioso que isso possa parecer para qualquer pessoa, principalmente para um cético, todos os seguidores do hinduísmo aceitam perfeitamente a história completa. Toda a Índia crê em tudo o que está escrito e crê que seus deuses vieram realmente de outros planetas.

Vimanas

Retiradas dos textos sânscritos, as imagens ao lado explicam de como eram os tipos de viamanas utilizadas nas batalhas dos céus. Então seria tudo isso apenas fruto da imaginação dos ancestrais dos indianos, que viviam naquela mesma região há 5000 anos? Teriam criado tudo fantasiosamente e escrito os livros sagrados? Se compararmos as descrições desses sânscritos com os relatos de aparições de OVNIs na atualidade, notamos uma similaridade incrível.

Hindu

Assim, podemos imaginar que da mesma forma que pessoas observam os fenômenos dos OVNIS hoje, também se observava ha 5000 anos na Índia. É muito mais plausível imaginar que eles observavam realmente o que ocorria e descreveram perfeitamente em seus sânscritos.

Fonte: Yorker
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário