)

«

»

nov 07 2013

Deuses extraterrestres usaram armas nucleares em 2024 a.C.

Zecharia Sitchin – Fim dos Tempos

Em textos antigos, incluindo a Bíblia hebraica, a prova de que armas nucleares foram usadas na Terra pela primeira vez, não em 1945, na Segunda Guerra Mundial, mas no ano 2024 a.C. Essa arma poderosa estaria lacrada e escondida em algum lugar secreto, na África, e teria sido lançada na península do Sinai, em meio a uma guerra travada no século 21 antes de Cristo, varrendo do planeta cidades como Sodoma e Gomorra. Para o pesquisador Zecharia Sitchin, isso não é ficção, é um fato hoje comprovado, entre outras, por imagens de satélites. Mas o incrível não para por aí. Em “Fim dos Tempos: profecias egípcias e destinos humanos” (Madras), Sitchin tira de 30 anos de pesquisas mais revelações de cair o queixo. Na pré-história da humanidade, …

uma raça extraterrestre nativa do planeta Nibiru, que passa pelo Sistema Solar a cada 3.600 anos, andava em escaramuças sobre a Terra. Eram os annunakis e, segundo o autor, deram civilização e religião aos terráqueos. Eles vieram em missão ao nosso planeta, mas acabaram começando uma ferrenha briga pelo poder.

Segundo o autor, os annunakis,- “aqueles que do céu vieram à Terra”, foram os primeiros deuses para os humanos. A presença deles aqui deu origem à antiga cultura suméria – primeira alta civilização conhecida do homem – e eles são citados nos textos suméricos como os criadores de Adão. No reino que estabeleceram aqui, o complicado sistema de casamento e sucessão não facilitou as coisas. Irmãos, meio-irmãos e descendentes brigavam pelo reinado e pelo poder. O uso das armas nucleares teria sido resultado desses conflitos.

Tábuas cuneiformes sumérias

No livro, Zecharia Sitchin nos revela o que dizem as tábuas cuneiformes sumérias e vai montando esse cenário onde coabitavam deuses extraterrestres, humanos e descendentes das duas raças. Mas, depois de uma longa temporada entre nós, os deuses finalmente partiram em suas naves celestiais. Segundo o autor, os textos antigos sugerem que eles foram-se decepcionados com a humanidade e prometendo voltar. Assim, “como uma família abandonada”, a humanidade se apegou à esperança de um “retorno”.

Para o autor, conhecer esse começo dos tempos pode nos dar informações sobre o nosso futuro. Pois, segundo Sitchin, a humanidade e seu planeta Terra estão sujeitos a um tempo cíclico já predeterminado: “As primeiras coisas serão as últimas coisas”.

Segundo ele, as profecias de retorno precisam ser cumpridas, então os annunakis voltarão um dia para um “novo começo” ou, quem sabe, para o “derradeiro fim”.

Fonte: www.folha.com.br
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentário

  1. Eder Medeiros

    muito boa materia, vou comprar esse livro.
    Abraços e sucesso.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: