)

mar 09 2014

Resíduos Extraterrestres – As Misteriosas Substâncias Alienígenas

Ilustração de Meteoros caindo sobre a Terra

São antigos os relatos associados a eventos de quedas de meteoros e aparições de OVNIs onde é verificado o aparecimento de estranhas substâncias. Substâncias estas que são encontradas por testemunhas nos locais dos acontecimentos.

Estas “gosmas” bizarras parecem estar ligadas diretamente a um universo controverso e polêmico, ainda sem explicação. Os relatos vão desde uma meleca translúcida, fios finíssimos que se evaporam no ar, misteriosas chuvas de cor vermelha e até mesmo doenças inexplicáveis e incuráveis.

Especialistas têm estudado incansavelmente estas amostras, no entanto mesmo depois de exaustivas análises, as substâncias ainda deixam pesquisadores sem respostas…

– Geléia de Estrela:

Geléia de Estrela
(Clique na imagem para amplia-la)

A “Geléia de Estrela” tem aparecido com mais freqüência nos últimos tempos (talvez até porque com o advento da internet, temos mais relatos e consequentemente mais repercussão). Entretanto, os relatos históricos datam datam desde o início do século XIV.

Geléia de Estrela
(Clique na imagem para amplia-la)

O assunto tem tomando inclusive ares conspiracionistas, afinal além das respostas inconclusivas dos exames, entram em cena também, os misteriosos desaparecimentos de algumas das amostras dos laboratórios financiados pelos governos.

Felizmente muitas das testemunhas, coletaram a substância e as armazenaram em seus próprios freezers e contataram equipes de universidades para entregarem novas amostras da “Geléia de Estrela”.

Um dos casos mais intrigantes desta substância aconteceu na Filadélfia – EUA, em 1950, quando testemunhas relataram terem visto um OVNI desintegrando-se perto do solo. Testemunhas afirmam que ao chegaram ao local da queda, todo o lugar estava tomado por esta substância gelatinosa.

Testemunhas que tocaram esta mesma substância, adoeceram dias depois, com infecções bacteriológicas. Desta forma, por questões de segurança, laboratórios comerciais foram contratados por alguns cidadãos e médicos, para fazerem à análise da estranha substância. Contudo, a substância se comportou de forma diferente de tudo que já haviam analisado:

Substância Gelatinosa
(Clique na imagem para amplia-la)

– Extremamente resistente a altas e baixas temperaturas, as amostras foram submetidas a frio extremo – 75°C e depois condições de calor intenso atingindo mais de 600°C – e após serem apenas hidratadas mostraram-se reanimadas e ativas.

– Nas primeiras observações mesmo as amostras fechadas em tubos de ensaio, desapareciam depois de algumas horas não deixando qualquer vestígio no frasco.

– Nas observações feitas em microscópios eletrônicos, foram detectadas bactérias de origem desconhecida, mas com alto poder de contaminação.

– Cientistas garantem que o material analisado tem características de células Eucarióticas (células ou glóbulos brancos similares ao do sangue humano).

– Nos exames de DNA, a marca ou matriz de DNA existia, porém nada que pudesse ser comparado para chegar a uma conclusão de sua origem (o que para alguns biólogos foi conclusivo para definição de algo extraterrestre).

– O grupo que trabalhou com as amostras afirmou que a substância apresenta traços de ser biológico ao mesmo tempo em que parece sintético (por sua resistência).

Alguns técnicos chegaram a se referir a misteriosa “geléia” como sendo uma entidade biológica extraterrestre.
(Clique na imagem para amplia-la)

Alguns dos relatos citam ter observado rastros químicos no céu ou “Chemtrails” antes de aparecer à substância. A resposta dos exames foram inconclusivas e a substância foi dada como desconhecida – ou seja, não identificaram o que era. Sobre o DNA, os exames deram negativo, para qualquer análise comparativa.

Alguns técnicos chegaram a se referir a misteriosa “geléia” como sendo uma entidade biológica extraterrestre.
(Clique na imagem para amplia-la)

– Cabelo de Anjo:

O Cabelo de anjo é um fenômeno muito estranho no qual algo parecido com um cabelo bem fino ou algodão cai do céu e simplesmente evapora ao toque, some sem deixar vestígios. Esta substância misteriosa também já foi chamada de “teia de aranha docê” ou “fios de gelatina”.

Cabelo de Anjo.
(Clique na imagem para amplia-la)

Outra coisa que torna o fenômeno intrigante é que normalmente esse fenômeno ocorre quando existe algum avistamento de OVNI, por isso muitas pessoas acreditam que isso possa ser alguma coisa extraterrestre.

O Cabelo-de-Anjo foi relatado, em aparições da Virgem Maria. Isso tem intrigado os ufólogos, e sendo usado como uma possível indicação da influência extraterrestre em relatos recentes de avistamentos da Virgem Maria e Jesus.

Uma teoria divulgada, por ufólogos e estudiosos da área é que a substância é ar gelado ionizado através de um campo eletromagnético muito forte. O maior incidente com produção de cabelos de anjo ocorreu em Oloron, na França, em 1952. O evento foi caracterizado por uma grande quantidade de avistamentos de aeronaves sem explicação.

Material Semelhante a Algodão Branco.
(Clique na imagem para amplia-la)

Em 1477, no Japão, foi relatado que um material semelhante a algodão branco caiu seis horas depois que um objeto luminoso atravessou o céu.

Em 1702, mais uma vez no Japão, ao meio-dia, pessoas presentes no local alegam ter visto o sol mudando de cor para um vermelho-sangue. Logo em seguida, finíssimas cordas de uma substância semelhante ao algodão branco foram contempladas caindo no chão.

Em 02 de novembro de 1959, na cidade de Évora em Portugal, uma amostra de cabelo de anjo foi coletada e analisada por técnicos das forças armadas e os cientistas da Universidade de Lisboa. Conclusões afirmaram que a substância era tão avançada que poderia ser um organismo unicelular, ou algum tipo de produto vegetal.

– Panspermia:

Panspermia.
(Clique na imagem para amplia-la)

A teoria da Panspermia vem conquistando adesões cada vez maiores, à medida que o tempo passa e as evidências se acumulam. Ela foi proposta no início dos anos 70 pelo astrônomo inglês Fred Hoyle e Nalin Chandra Wickramasinghe.

A panspermia seria a hipótese segundo a qual as sementes de vida são prevalentes em todo o Universo e que a vida na Terra começou quando uma dessas sementes aqui chegou, tendo-se propagado.

Conforme Hoyle, os microrganismos alienígenas não apenas trouxeram a vida ao planeta, mas continuam chegando aqui em levas sucessivas. Para sustentar essa ideia, eles recorreram ao argumento de que as epidemias de gripe raramente ocorrem num único lugar da Terra, mas em várias localidades ao mesmo tempo. Os vírus causadores dessas epidemias teriam vindo de fora e incidiram sobre a superfície do planeta, atacando diversas áreas simultaneamente.

Panspermia – A Química da Vida.
(Clique na imagem para amplia-la)

Panspermia.
(Clique na imagem para amplia-la)

O Dr. Chandra aprofundou-se e desenvolveu a teoria depois que entrou em contato e estudou o caso da chuva de sangue da Índia.

– As Chuvas de Sangue:

Chuva de Sangue.
(Clique na imagem para amplia-la)

Em 2001, o estado de Kerala, localizado no sul da Índia, foi palco de um evento climático bem bizarro. Durante cerca de dois meses, a região foi atingida por chuvas torrenciais com uma estranha coloração vermelha — fato que deixou muitos cientistas intrigados.

Estranhamente não é a primeira vez que chove vermelho na região, sendo que a última chuva registrada foi em 2012.

Em um primeiro momento acreditava-se que a cor era resultado da presença de esporos e até partículas de poeira. No entanto, análises mais detalhadas revelaram que ao contrário das características comuns observadas em partículas de poeira, o material encontrado na água tem formato irregular e é transparente. Além disso, as partículas de Kerala parecem estar vivas e apresentam algumas semelhanças com células sanguíneas.

“matéria fibrosa muscular
ensanguentada e adiposa”.
(Clique na imagem para amplia-la)

Os relatos informaram uma nuvem vermelha que apareceu subitamente no céu limpo, e da nuvem caiu uma chuva de “matéria fibrosa muscular ensanguentada e adiposa”

Os físicos Godfrey Louis e Santosh Khumar investigaram a chuva vermelha em Kerala e publicaram seus resultados em 2006, após muita pesquisa, e concluíram que eram organismos vindos do espaço.

Chuva de Sangue.
(Clique na imagem para amplia-la)

Chuva de Sangue.
(Clique na imagem para amplia-la)

No estudo eles estimam que caiu 50 toneladas de células parecidas com glóbulos vermelhos humanos nos 2 meses de chuva. Eles descobriram que horas antes da chuva começar os moradores ouviram um grande estrondo, que seria um meteorito, e este meteorito trouxe as células com ele. Ninguém até hoje conseguiu explicar o forte estrondo.

O Prof. Chandra estudou também a chuva vermelha que caiu no Sri Lanka em 2012 e observou que ela continha as mesmas células com glóbulos vermelhos da chuva que caiu em Kerala em 2001. Ele também descobriu que uma semana antes da chuva, foi observado no céu da região meteoritos que caíram na região, uma semana antes da chuva.

Há um caso raro ocorrido no século XX, registrado nos jornais de 30 de agosto de 1968 em São Paulo, Brasil, que fala de uma chuva de carne e sangue em duas pequenas cidades entre São Paulo e Rio de Janeiro. Diz a declaração de uma autoridade:”Os pedaços de carne foram encontrados a distância de meio metro uns dos outros, com comprimentos que variam entre 5 e 20 cm.

Características das células da chuva de sangue.
(Clique na imagem para amplia-la)

– Características das células encontradas na chuva:

– São células vivas, transparentes, medindo cerca de 8 milionésimos de milímetro

– As células são parecidas com glóbulos vermelhos humanos, mas não são. As paredes celulares são muito grossas e vermelhas.

– Os estudos mostraram que células são feitas de 50% de carbono e 45% de oxigênio (as células terráqueas também são ricas nesses elementos).

– Não possuem DNA.

– Se reproduzem por autodivisão a temperaturas de até 300 ºC. (a maioria das células na Terra não se reproduz nem a 100ºC). E como as células se reproduzem se elas não tem DNA? A temperatura ambiente as células são inertes!

– A parede celular contêm urânio em sua composição.

– A maneira que brilham quando são bombardeadas com luz, são muito semelhantes aos distintos espectros de emissão inexplicáveis em diferentes partes da galáxia, como um local conhecido como “Retângulo Vermelho”, uma nuvem de gás e poeira em torno de uma jovem estrela na constelação de Monoceros.

– A Síndrome de Morgellons:

Muitas pessoas ao redor do mundo estão relatando sintomas que vão de feridas na pele até a sensação terrível de coceira. Mas o mais chocante, é que estes pacientes tiram uma espécie de filamento desconhecido das feridas.

Síndrome de Morgellons.
(Clique na imagem para amplia-la)

Síndrome de Morgellons.
(Clique na imagem para amplia-la)

O incrível é que para a medicina esta doença simplesmente não existe! Quando os pacientes procuravam os médicos relatando os sintomas, não havia um nome definido. Ela só começou a ser chamada Síndrome de Morgellons por causa do vilarejo francês onde os sintomas foram registrados a primeira vez.

A síndrome parece estar mais concentrada no ocidente, com predominância nos EUA e Europa. Estima-se que a Síndrome de Morgellons já tenha atingido mais de 60 mil pessoas nos EUA, e 40 mil na Europa. Ela parece afetar mais mulheres do que homens e não é contagiosa. Como não existe estatísticas confiáveis, não se sabe se mata, mas existe casos de invalidez registrados.

Filamentos coloridos que saem das feridas.
(Clique na imagem para amplia-la)

Filamentos coloridos que saem das feridas.
(Clique na imagem para amplia-la)

Entre os sintomas, apresentam-se:

– Feridas na pele que não saram, acompanhadas de dores e prurido intenso

– Uma coceira terrível e uma sensação de rastejamento sobre a pele

– Fadiga intensa, dor nas juntas e nos músculos

– O mais incrível, filamentos coloridos que saem da ferida. Estes filamentos são tão poderosos que podem perfurar o cabelo e até a unha dos doentes.

– Os filamentos:

Ninguém sabe dizer, mas alguns estão investigando as características destes filamentos, e as principais conclusões são:

– Tamanho e formato: geralmente são filamentos que variam muito de tamanho, podendo ser milimétricos, e outras chegar 15 cm de comprimento. O formato na maioria das vezes se parece com fibras, mas em outras é como uma pulga, um casulo.

– Não são fibras de roupa. Exames realizados mostraram que a composição dos filamentos não bate com nenhuma fibra existente no mundo (contradizendo muitos que dizem ser as fibras de roupas usadas). Não se sabe do que as fibras são feitas.

– Alta resistência ao calor. Os filamentos só queimam com temperaturas maiores que 1400º C (somente chamas industriais podem eliminá-los).

– Produzidas pelo próprio corpo? O filamento não é compatível com nenhum composto orgânico.

– Estrutura viva? Verificou-se através de estudos que estes filamentos contêm DNA e tem a capacidade de auto-replicação. Em muitos vídeos, pode-se ver as fibras mexendo na ferida. (especula-se que seja o movimento destes filamentos que causam a coceira terrível nos pacientes).

Filamentos coloridos que saem das feridas.
(Clique na imagem para amplia-la)

Filamentos coloridos que saem das feridas.
(Clique na imagem para amplia-la)

Filamentos coloridos que saem das feridas.
(Clique na imagem para amplia-la)

As hipóteses são inúmeras. Seria uma bactéria ainda não identificada, nunca observada, algo totalmente nova para ciência, e sua origem pode ser o espaço? Não se sabe realmente. Outras hipóteses abrangem desde mutações causadas por alimentos transgênicos, uma estrutura criada pela nanotecnologia e pulverizada por Chemtrails ou até histeria coletiva.

Desta maneira, nos colocamos diante de um quadro realmente estranho. Diariamente estamos sendo bombardeados por rochas e outros objetos do espaço e aparentemente novas formas de vida já estão entre nós. Talvez o quadro apocalíptico tão explorado pelos filmes de Hollywood já esteja acontecendo. Contudo, esta invasão talvez seja muito mais microscópica dos que cinematográfica.

(Clique na imagem para amplia-la)

Fonte: Henrique Guilherme, Escritor e estudioso. Curioso a cerca dos grandes mistérios das antigas civilizações
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário