)

«

»

set 22 2014

Inquérito na gestão de JFK sobre segredos de supostos Ovnis.

John F. Kennedy
(Clique na imagem para amplia-la)

Uma história que combina encobrimentos de Ovnis com o assassinato de John F. Kennedy, é uma mina de ouro para os teóricos da conspiração. E isso é apenas o que o autor William Lester diz que descobriu durante a realização de uma pesquisa para um novo livro sobre Kennedy: um memorando escrito por JFK e dirigido à CIA, em que os pedidos do presidente sobre informações confidenciais de supostos Ovnis.

No topo do memorando, nunca antes visto, um carimbo de “secreto”, supostamente escrito em 12 de novembro de 1963, o presidente ordenou que o diretor da CIA para organizar os arquivos da agência de inteligência sobre assuntos relacionados aos OVNIS, e interrogar todas as pessoas que tinham conhecimento sobre os “eventos desconhecidos” e dava como data para ter o relatório fevereiro de 1964. Dez dias depois de enviar o memorando, Kennedy foi assassinado.

O documento que veio à tona, passa a ser um elemento obrigado para adicionar combustível no fogo eterno do assunto sobre a morte do presidente. Uma das primeiras indagações: Seria este? ou seria uma invenção que o colocaria entre os 10 mais sobre as Teorias da Conspiração?

“Algo de estranho no ar”

Lester, um escritor e investigador paranormal, autor do livro “A Celebration of Freedom: JFK e a Nova Fronteira” (Wasteland Press, 2010), disse que obteve o memorando, juntamente com outros dois memos da CIA, baseado na Lei de Liberdade de Informação.

Lester disse: “O governo desclassifica regularmente todos documentos após um determinado tempo, e então é possível solicitar um pedido para a obtenção desses documentos. Quando  eu estava no setor de, “processo de arquivamento”, essas cartas tinham acabado de se tornar desclassificadas e  portanto, liberadas para o público.” Isso aconteceu em 2006 ou 2007, disse Lester. “Na época, eu acho que outras pessoas estavam fazendo pesquisas também.” Complementou.

O memorando secreto não apareceu em nenhum outro lugar além do livro de Lester, no entanto, alguns arquivistas que trabalharam no setor confirmam sua autenticidade. Porém um técnico de pesquisa na Biblioteca JFK, em Boston, que pediu para não ser identificado, não foi capaz de encontrar uma cópia do memorando no acervo presidencial, onde contém cópias de todas as cartas e memorandos de JFK.

“Nós fizemos algumas pesquisas sobre os documentos presidenciais para tentar encontrar alguma evidência da carta de 12 de novembro de 1963 endereçada ao diretor da CIA, John McCone”, disse o técnico do site “A vida e seus pequenos mistérios”, ligados ao site SPACE.com. Apesar do fato de que JFK mantinha cópias de todas as suas cartas, mesmo os classificados, “na busca por arquivos no Gabinete do Presidente, na CIA, NASA e nos arquivos de Segurança Nacional, nenhuma evidência sobre este memorando ou algo parecido, foi encontrado. ” [ Dez Alien Encounters Debunked ]

Além disso, ele não se parece com outras melhores memorandos secretos Kennedy escreveu durante sua presidência.

“Uma coisa é um pouco estranho sobre isso”, disse o técnico. “Ele é censurado em lugares muito estranhos: o nome do diretor, a top cabeçalho do documento (que geralmente distingue qual agência que o gereou) e, em seguida, o pequeno “Top secret” impresso na parte superior do memorando, itens secretos como “Top” são geralmente estampado em tinta escura e com letras grandes”.

O elo perdido?

Lester alega que um novo memorando revelador, é, portanto, o elo perdido em uma teoria da conspiração em torno de outro documento que muitos teóricos da conspiração acham indicações que a CIA matou Kennedy para evitar seu envolvimento em um acobertamento. No entanto, este segundo documento, e assim a conclusão, também é suspeito.

John F. Kennedy e os segredos OVNIs
(Clique na imagem para amplia-la)

Este documento, o chamado “memorando queimado”, foi passado para a mídia em 1999 por uma fonte anônima que diz ser um ex-agente da CIA. O suposto vazador disse que trabalhava para a CIA entre 1960 e 1974 e na nota enviada ao imprensa, que os especialistas nunca deram como autêntica, diz que o documento salvo de um incêndio, quando a agência estava queimando alguns de seus arquivos mais sensíveis.

No “memorando queimado”, disse o ex-diretor da CIA na época (o nome dele foi apagado) alegadamente escreveu: “Lancer (codinome da CIA para JFK) fez algumas perguntas a respeito de nossas atividades, o que não pudemos responder. Por favor envie seus pontos de vista até outubro. Suas declarações sobre este assunto é fundamental para a continuidade do grupo.”

O novo memorando, Lester disse, prova que JFK realmente estava sondando a CIA sobre OVNIS operado por inteligências não humanas, e que a CIA tomou medidas para evitar que tudo fosse revelado ao presidente.”Se Kennedy tivesse chegado algum nível de controle sobre esta questão que diz respeito a NASA ou a CIA, quem pode dizer que ele não teria divulgado estas informações para o público americano? Quem sabe até onde essa revelação teria levado?” Lester comentou.

Tendo em conta que a maioria dos historiadores acreditam que o “memorando queimado” é uma farsa, no entanto, a ligação ao plano secreto da CIA para assassinar JFK não foi desmentido.

Como alternativa, mesmo se o memorando queimado é falso, mas o memorando que veio à tona recentemente é real, há várias razões perfeitamente lógicas por que Kennedy poderia ter escrito isso. Lester acredita que o presidente estava interessado em inteligência OVNIS por três razões.

Primeiro, disse Lester, Kennedy estava preocupado que os OVNIS vistos pelos soviéticos seria mal interpretado por eles como sendo aviões espiões dos EUA se comportando de forma provocativa. Este pode ser o que implicou Kennedy quando ele (supostamente) escreveu: “É importante que façamos uma distinção entre engenharia conhecidas e desconhecidas, no caso os soviéticos tentar confundir nossa cooperação alargada como uma cobertura para a coleta de informações de seus programas de defesa ou de espaço.”

A segunda razão para a investigação de Kennedy poderia ter sido seu interesse óbvio em viagens espaciais; no momento da sua (suposta) escrita, a NASA era uma nova agência, explicou Lester, e “toda a questão do espaço e da vida no espaço exterior estava na vanguarda do pensamento de todo mundo.”

Em terceiro lugar, houve uma natural preocupação sobre OVNIS no momento devido a um surto de incidentes que se pensa ser avistamentos.

Na década de 1960, quase todo mundo estava interessado em OVNIS – JFK, a NASA, a CIA e os cidadãos do mundo todo.

Fonte: Ufo.com
Editado por: Arquivo X do Brasil.

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: