)

«

»

jan 08 2015

Nem todo o objeto que cai do céu é necessariamente meteoro, ou lixo espacial

Semana passada, alguns objetos, determinados com lixo espacial, apareceram nos céus brasileiros, com alguns pedaços atingindo propriedades em solo. Isso nos inspirou a publicar este artigo, como um pré-aquecimento para 2015.

Estes resumos abaixo, fazem parte de um trabalho publicado pela jornalista Leslie Kean, em 2002, intitulado PROJECT MOONDUST AND OPERATION BLUE FLY: THE RETREIVAL OF OBJECTS OF UNKNOWN ORIGIN (Projeto Moondust e Operação Blue Fly: O resgate de objetos de origem desconhecida):

Leslie Kean.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

“Em 1968, o Projeto Moon Dust (Poeira Lunar) recuperou quatro objetos desconhecidos no Nepal. Também, em 1968, um ‘objeto com forma de cúpula’ e nenhuma marca de identificação foi recuperado no fundo do mar na costa da Cidade do Cabo, África do Sul. O objeto metálico tinha sido sujeitado ao calor extremo e mostrava sinais de corrosão. A NASA determinou que ele era feito de ‘alumínio quase puro’ e declarou que a sua análise e fotografias da amostra ‘não fornecem pista alguma sobre sua origem ou funcionalidade, embora possa ser um possível objeto espacial originário dos EUA.”

“Em 1970, o Moon Dust investigou uma esfera metálica que caiu ‘causando três explosões e então queimou por cinco dias’ na América do Sul. O objeto tinha ‘portas’ que haviam sido seladas por derretimento. Um documento do Departamento de Estado, de maio de 1970, descreve um objeto não identificado que caiu na Bolívia, descrito nos jornais como sendo metálico, com forma ovoide. O Departamento expressa no documento o desejo de dar assistência à Força Aérea Boliviana em sua investigação. ‘A região geral teve uma gama de relatos de OVNIs na semana passada’, aponta o documento. Ele diz que o Panamá e o Paraguai conferiram com as apropriadas agências governamentais e ‘nenhuma correlação com objetos espaciais conhecidos que possam ter reentrado a atmosfera terrestre em 6 de maio pôde ser feita.”

Leslie Kean é uma renomada e jornalista investigadora e co-fundadora da Coalizão para a Liberdade de Informação. Ela é autora do New York bestseller ‘UFOs: Generals, Pilots and Government Officials Go On the Record’.

Uma parte que vale ser notada é o fato da NASA, a agência espacial oficial dos EUA, ter dúvida da origem de um dos objetos, mencionando que ele “possa ser um possível objeto espacial originário dos EUA”.

Assistam ao vídeo abaixo:

Fonte: n3m3
Editado por: Arquivo X do Brasil

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: