)

«

»

fev 24 2015

O Olho de Horus – Saqqara, A Máquina Quântica – (Episódio 6) – Parte 3

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

Meditação dos inciados – Elevação vibracional – Os pares de inciados adentravam as câmaras azuis para meditar com o poderoso campo de força da piramide, enquanto que o som de uma nota musical vibrava ao seu redor. Cada vez se fazia vibrar mais alto ascendendo nas notas da escala musical. Desta maneira iam se acostumando a frequencia cada vez mais elevadas de vibração e a campos de força com comprimento de onda menor, despertando novos sentidos e tornando-se mais sensíveis a luz. Ao meditar dentro das câmaras azuis, sintonizados com o som que vibrava em todos os vasos de alabastro e expostos ao poderoso campo eletromagnético da pirâmide, …

os iniciados elevavam sua frequência de vibração. Isso potencializava sua energia vital, aumentava a sua aura e lhes permitia verificar a existência de outras realidades. As distintas notas e vibrações se sintonizavam com cada chacra, conduzindo pouco a pouco a consciência a frequências mais elevadas e a experiencias além desse plano físico.

Uma vez terminada a construção subterrânea fecharam a boca do poço com as plataformas escalonadas, convertendo-o num obelisco subterrâneo virtual, cuja ponta piramidal aparece na superfície. As plataformas se assemelhavam as mastabas, montículos de terra utilizados como túmulos reais, o que veio a contribuir para que a piramide fosse confundida com um túmulo. Hoje se consegue ver a plataforma por ter ficado descoberta com a passagem do tempo, sob a capa de ladrilhos da piramide escalonada. Assim se completou a primeira etapa, a das obras subterrâneas. Foi construída a primeira parte de um processador tridimensional gigantesco para acelerar a evolução do ser humano e gerar energia taquiônica, utilizando-se uma energia baseada na física quântica.

 

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)


Começaram a segunda etapa com a construção da primeira piramide depois do Dilúvio. Um piramide escalonada com exatos 50% de volume e peso da que armaram com o projeto final. Sobre a plataforma inicial que cobria o poço vertical, contruiu-se com ladrilhos muito maiores, 4 níveis com 11 metros de altura cada um, dando-lhe a forma de uma piramide escalonada. A massa principal dessa primeira piramide tinha 44 metros de altura, uma grande massa de ladrilhos modoluados de de rocha fundida com um grande teor de cristais de quartzo.

As moléculas de quartzo tem a forma de um tetraedro, uma das 5 formas básicas da natureza, chamadas de sólidos platônicos. A vibração do planeta, sua batida regular em um dos lugares neurais da malha eletromagnética fazia vibrar os critais de quartzo nos ladrilhos da piramide e os vasos de alabastro nas profundezas das galerias ressonantes, produzindo um efeito duplo de energia e som. A massa de quartzo quando submetida a essa tensão mecânica contante, produzia fircção sobre a superfície dos tetraedros de cristal, gerando uma carga elétrica negativa por um efeito hoje chamado de compressão elétrica. A massa de pedra se convertia num imenso condensador de energia negativa.

Existem dois tipos de quartzo, os que ao vibrar produzem uma carga elétrica negativa, chamados de Levogiro, e utilizados por Imhotep na grande massa de rocha fundida. E os que produzem uma carga elétrica positiva, chamados de Dextrogiros, também utilizados nas lousas de granito de Tura que cobriam a superfície da pirâmide.

Tudo é movimento

 

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)


Imohtep afirmou que a terceira lei do universo diz que tudo vibra, tudo se move, nada esta quieto, tudo esta em movimento. É a frequncia de vibração das particulas constitutivas da energia, que determinam os diversos estados da realidade, a densidade da matéria, a mente e a altíssima vibração do espírito. Quanto maior a frequencia de vibração, mais elevado o nivel de consciencia, de informação e respeito e mais avançado se esta no caminho evolutivo. TUDO vibra, desde a mais baixa e densa matéria até o espírito puro. Esta é a lei que determina a existencia de diversos tipo de energia, dependendo de seu nivel vibratório. Energia elétrica, química, magnética, gravitacional e energia taquionica, produzida por Saqqara.

Revestindo a massa de ladrilhos de rocha formaram a superfície exterior com louzas de granito de Tura, que tinham cristais de quartzo dextrogiros, que produz uma carga elétrica positiva. Cobrindo a massa de ladrilhos de rocha contra a superfície exterior de cada capa horizontal de pedra, colocaram blocos de pedra pomes, um material eletricamente isolante, nos quais colaram as louzas de granito de tura. Estavam cortados em planos inclinados para produzir planos verticais com uma inclinação de 73º e superfícies horizontais com uma inclinação de 22º. Esses blocos criavam um isolamento elétrico entre as duas cargas elétricas, a negativa da massa de rocha em vibração e a positiva das louzas de granito de Tura, que captavam como uma antena a carga elétrica positiva da atmosfera, muito forte nesse lugar de poder.

Então, a piramide armazena em sua forma duas cargas diferentes e opostas. A superfície de seus 4 lados externos, carregam seus cristais com energia positiva da atmosfera e a grande massa de rocha de quartzo em contato direto com a corrente telúrica, carregam as sua moleculas com o campo elétrico negativo. A quarta lei diz que tudo é dual, tudo tem polaridade, nesta realidade tudo tem o seu oposto que é identico em natureza porem diferente em grau, os extremos se tocam. os dois polos são os extremos da mesma coisa, calor e frio opostos são realmente o mesmo, os dois polos de uma coisa chamada temperatura. Luz e escuridão, grande e pequeno, branco e preto, ruido e silêncio, alto e baixo.

A forma piramidal e a Energia Taquiônica

 

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)


A forma piramidal é determinante para o funcionamento da máquina quantica. As capas horizontais de pedra ao irem diminuindo sua área na parte superior da pirâmide acumulam no seu interior cargas elétricas com potencias diferentes. O mesmo acontece na superficie de granito de Tura. Este fato e os 11 poços verticais,o obelisco virtual subterrâneo descentrado do eixo da pirâmide, que por sua exata localização no sentido norte e sul sobre um ponto nevralgico da malha eletromagnética esta sujeita ao giro do planeta sobre seu eixo, induzem a carga elétrica acumulada a um duplo movimento giratório. As partículas com carga positiva giram no sentido horário, e as partículas com cargas negativas ao contrário. Isto gera um vórtice eletromagnético, um redomoinho de partículas subatomicas que vão se acelerando pouco a pouco, pois sendo a frequencia constante, devido ao palpitar regular do planeta, produz-se uma ressonancia.

As duas forças, centrípeta e centrífuga, ao atingirem certa velocidade e frequencia, fazem com que duas partículas de cargas opostas e movimentos contrários, se emparelhem neutralizando-se e encontram um novo eixo de giro a 90º do eixo da piramide, produzindo uma coluna ondulatória estacionária. A coluna ondulatória estacionária é formada por partículas subatomicas, neutralizadas quando se emparelham, que se movem em altissima frequencia. Essa coluna de energia desce ao núcleo cristalino do planeta e se eleva centenas de quilometros sobre sua superfície até chegar a ionosfera. São essas partículas neutras e equilibradas que são chamadas de ENERGIA TAQUIÔNICA. Sua neutralidade nao produz resistencia no materia por onde se movimentam. são a base dos fenomenos supercondutivos. Ao acelerar a frequencia de vibração da energia o vórtice energético na piramide a transformava num tipo superior, a energia taquionica, hoje em dia estudada pela mecânica quantica. A energia Taquionica tem a mais alta vibração e frequencia da realidade, é energia consciente, energia e informação, como a que gera e domina o homem em seu cérebro com o processo de seus pensamentos ao vibrar no amor.

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)


A energia taquionia e as colunas ondulatórias estacionárias foram estudadas por Nikola Tesla, baseou-se nelas para inventar a corrente alternada os motores elétricos, o rádio, a televisão, os raios X, o radar e mais de 1600 patentes com inventos que formaram o século XX. O chamado Tesla Coil, usado para ligar motores dos carros cria esse tipo de vórtice para converter uma corrente de 12 voltz, aplicada a uma espiral de cobre, em milhares de voltz ao ser induzida até outra espiral. Em 1942, Tesla dirigiu a Experiência Filadélfia, que utilizou enormes campos eletromagnéticos para organizar a energia em pares e converte-la em energia taquionica, usando-a para desaglomerar um objeto sólido, partícula a partícula, para arma-lo em outro lugar. O projeto INVISIBILIDADE desintegrou o navio USS Eldrich e o recompos instantaneamente a 75 km, mas seus tripulantes estavam mortos ou espantosamente “integrados” as pranchas de aço do navio. Tesla conhecia um segredo hermético, ao reordenar as partículas que constituem a energia produz-se mudanças na massa manifesta. Em seus estudos, tesla concluiu que a energia taquionica se move 27 vezes mais rápida que a luz, é a energia do pensamento.

A teoria de Einstein em que a velocidade da luz é de 300 mil quilometros por segundo aplica-se a somente um dos planos que constituem a realidade, ao plano físico, da densidade material, composto de átomos elétrons e prótons. Mas o universo esta em tres planos: O FÍSICO, O MENTAL E O ESPIRITUAL. Os táquions, a base do universo dual, são pares de partículas subatomicas em movimento constante a altíssima vibração e frequencia, que por possuirem uma carga elétrica oposta se neutralizam. Os táquions são a base dos elementos supercondutores, sua neutralidade não produz resistencia a carga que avança pelas suas moléculas. Um elemento composto dessas partículas que vibram a altissima frequencia torna-se sem peso, sua massa deixa de pesar é PURA ENERGIA.

PARTE 4

Fonte: O Arquivo
Editado por: Arquivo X do Brasil

1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: