)

fev 24 2015

O Olho de Horus – Saqqara, A Máquina Quântica – (Episódio 6) – Parte 4

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

Mecânica Quântica – A mecânica quântica atual revela que essas partículas subatômicas não tem massa, são apenas uma tendencia a existir que se mede em probabilidades e que depende da vontade do observador do plano mental do homem. Imhotep sabia disso e muitas coisas mais que nossos cientistas ainda nao descobriram. A mecania quantica e a supercondutividade são um avanço recente da física. A piramide com degraus de 4 niveis tinha o volume de 280000 m3 de pedra que pesavam 450000 toneladas, 50% exatos do peso e volume da piramide final. A sua frente colocaram os pilares de energia para gerar a avenida eletromagnética que chegou a Tura. Desde lá transportaram os materiais necessários para terminar o projeto. Aumentaram as plataformas dos lados norte e oeste, deixando inalterados as faces sul e leste. Como o corpo humano, a piramide cresceu a partir da cabeça. Se isso não tivesse sido planejado com antecedência teria sido mais simples aumentá-la por igual como uma casca de cebola.Com a ampliação, o obelisco virtual subterrâneo ficava localizado exatamente sobre o eixo norte sul da nova piramide, cuja base mede agora 140 x 100 metros. Foram acrescentados 2 niveis, passando a medir 65 metros de altura e isso duplicou o volume para 560000 m3 de pedra pesando 900000 mil toneladas. Os acessos também confirmam que as etapas de expansão foram planejadas por Imhotep desde o momento inicial. um túnel é facilmente prolongado a partir da entrada original. Uma segunda escada levava a um dos pátios de um dos templos construidos do lado norte para disfarçar o acesso. O aumento exato do dobro do peso e volume da massa de pedra não pode ser casual. A produção de energia e o alcance da piramide se media dependendo da massa em vibração. 

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

 

As pirâmides posteriores foram cada vez mais volumosas e pesadas até chegar a piramide de Quéops, que pesa 6000000 de toneladas. O peso determina a quantidade de energia produzida. Esse volume de pedra gira sobre o eixo da terra a uma velocidade constante. Davam-lhe a forma de piramide para extrair energia de sua massa, aproveitando os movimentos naturais do planeta, sua frequência constante de vibração e giro.Dentro do obelisco virtual na piramide, movia-se verticalmente uma bobina elétrica formada por um fio de ouro enrolada numa madeira isolante. Ao subir e descer gerava um efeito pulsante em todo o campo eletromagnético da piramide, podendo induzir mudanças na frequencia de vibração da coluna energética. O poço se convertia numa cavidade ressonante. Nos 4 cantos do obelisco virtual permanecem ainda grossas vigas de madeira dispostas a 45º para segurar a bobina e permitir-lhe mover-se em sentido vertical. Essa bobina elétrica podia controlar a longitude das ondas produzidas. A frequencia de vibração se elevava ao subir a bobina até chegar a máxima amplificação. A bobina controlava o momento de descarregar a energia acumulada nas moléculas de quartzo da piramide em cerimônias programadas,que por uma razão de equilíbrio, realizavam-se nos dias de equinócio.

 

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)


Os Sacerdotes egípcios provaram que as pirâmides são objetos em movimento perpétuo e todo o movimento pode transmutar-se em energia. O último passo foi contruir um muro perimetral e as obras da superfície, as capelas falsas, o pátio das serpentes, enquanto a representação do faraó Djoser de seu lugar privilgiado. A essa máquina quântica inventada por Imhotep, foi dedicado muito tempo, esforço e recursos humanos e materiais, mas o retorno valeu o investimento.O vórtice foi utilizado para acelerar o desenvolvimento do espiritual dos discípulos da escola de mistérios do Olho de Horus, encarregados de dirigir o caminho que elevou o nível de consciência de todo um povo. A energia taquionica da piramide elevava a frequência de vibração e encurtava a longitude das ondas cerebrais amplificando o poder mental e o campo eletromagnético da pessoa, a sua aura. Isso permitiu que os iniciados chegassem a níveis superiores do universo podendo verificar a existência de novas realidades, dando segurança no caminho a toda sociedade. Ao sintonizar-se na frequência de seres mais evoluídos podiam estabelecer comunicação e receber informação. Saqqara foi o primeiro centro de comunicação com as dimensões superiores. 

 

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)
O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)
O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)
O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)
O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)
 


As piramides tem uma tecnologia quântica que começamos a descobrir agora uma tecnologia herdada pelos egípcios da desaparecida civilização Atlante. Saqqara é uma amostra INCOMPREENDIDA de uma tecnologia com a qual NEM SEQUER SONHAMOS E QUE APENAS COMEÇAMOS A VISLUMBRAR. Uma tecnologia controlada pela consciencia e dirigida ao aperfeiçoamenteo espiritual de todo o povo. O enorme circuito eletromagnético e acelerou as partículas de energia, converteu energia estática em energia em movimento, para depois transmuta-la em energia taquionica. Em Saqqara usaram pela primeira vez, sons e campos eletromagnéticos de maneira simultânea para elevar a vibração dos iniciados com uma tecnologia aperfeiçoada na piramide de Quéops. 

 

O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)
O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)
O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)
O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)
O Olho de Horus.
(Clique na Imagem para Amplia-la)
 


No plano físico usaram a energia produzida pela pirâmide para construir avenidas eletromagnéticas, fenômeno de supercondutividade. Ascentaram as bases da arquitetura com a utilização de blocos modulados de pedra. Demonstraram a sua sensibiliade no elaborado muro externo, no muro do patio arrematado por serpentes, nos refinados detalhes arquitetonicos da cenografia de pedra que escondia a máquina quantica. Desenvolveram fórmulas químicas para fundir rochas com alto teor de quartzo e ladrilhos de cerâmica com que forraram as sofisticadas galerias subterrâneas.Usaram os hieroglifos para talhar na pedra sua maneira de ver o universo. Sua visão ficou plasmada nas leis enunciadas por Imhotep e que são as base dos conhecimentos herméticos dos Maçons, Rosacruzes e Templários. Imhotep escreveu que toda a causa tem o seu efeito e todo o efeito tem a sua causa. Nada existe por acaso, pois o acaso destruiria o universo. Pensando nisso Einstein disse que Deus não joga dados.Fonte: Documentário, em vídeo, “O Olho de Horus” – INFINITO (Ano de 2000). Compilação e adaptação do texto e imagens, Renato , gestor de conteúdo do Portal O Arquivo. 

 
 
Documentário – Olho de horus – Saqqara, A Máquina Quântica – Episódio 6 : 
 
.

 

Fonte: O Arquivo
Editado por: Arquivo X do Brasil

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário