)

fev 13 2015

Sonda prepara-se para fotografar Plutão pela primeira vez

Sonda New Horizons fará primeiras
imagens de Plutão.
A pequena sonda espacial terá uma única chance de observar Plutão, cuja gravidade é pequena demais para capturá-la. [Imagem: NASA].
(Clique na Imagem para Amplia-la)

Primeiras fotos de Plutão

A sonda espacial New Horizons, da NASA, começará a fotografar Plutão após viajar 5 bilhões de quilômetros em nove anos para chegar ao planeta anão.

Como a sonda ainda está a 200 milhões de quilômetros de distância, Plutão dificilmente será perceptível nas primeiras imagens – apenas um pontinho de luz contra as estrelas.

Mas estas primeiras imagens são fundamentais para um posicionamento mais preciso da sonda para que seu único sobrevoo, a ser feito em 14 de julho, atinja os previstos 13.695 km da superfície.

Para chegar a Plutão em apenas 9 anos, a sonda New Horizons é pequena – apenas 450 kg – e foi lançada em um superfoguete para lhe dar a aceleração necessária. Mas viajando a 14 km/segundo, ela terá uma única chance de observar Plutão, cuja gravidade é pequena demais para capturá-la a essa velocidade.

A sonda fará todos os estudos de Plutão em uma passagem única, e depois usará o restante do seu combustível para observar um outro corpo celeste no Cinturão de Kuiper.

As primeiras imagens não serão muito diferentes destas. [Imagem: NASA].
(Clique na Imagem para Amplia-la)

Planetas anões e planetas gigantes

Para aqueles que cresceram com a ideia de que havia nove planetas no Sistema Solar, este é o momento em que o conjunto ficará completo. Sondas espaciais já estiveram em todos os outros, até mesmo nos distantes Urano e Netuno.

Plutão é o último entre os “clássicos nove” a receber uma visita, e será a primeira vez que teremos uma imagem clara de sua aparência e informações sobre sua composição.

Apesar de Plutão, com seus 2,3 mil km de diâmetro, ter sido rebaixado em 2006 para a condição de “planeta anão”, cientistas dizem que o entusiasmo continua o mesmo – acredita-se, por exemplo, que ele seja coberto de gelo.

Os planetas anões são a classe planetária mais numerosa do Sistema Solar, e a sonda New Horizons será a primeira a estudar um deles de perto.

Enquanto isso, começam as buscas pelos dois planetas gigantes gasosos que os astrônomos acreditam que possam existir no Sistema Solar, mas que ainda não foram visualizados.

Essas imagens quase artificiais, compostas a partir de observações do Hubble, são a melhor visão que temos de Plutão até agora. [Imagem: NASA/ESA/M.BUIE/SRI].
(Clique na Imagem para Amplia-la)

Precisão

Uma complicação para a aproximação da sonda New Horizons é que os sete diferentes instrumentos a bordo da nave precisam trabalhar em diferentes distâncias para obter seus dados, o que exigirá um elaborado programa sequencial de observação.

Os engenheiros da missão pretendem que os horários exatos de cada observação sejam cumpridos com uma tolerância de 100 segundos. A New Horizons saberá, então, para onde e quando apontar os instrumentos.

O primeiro conjunto de imagens de navegação não deverá ser nada especial. Mas, em maio, a sonda estará enviando imagens melhores do que qualquer outra tomada pelo Hubble.

Fonte: Inovação Tecnológica.
Editado por: Arquivo X do Brasil.

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário