)

set 09 2016

RÚSSIA revela: VIDA EM MARTE (Espanhol)

Marte.
(Clique na imagem para amplia-la)

Parece que o produto de uma imaginação prodigiosa, mas na verdade é um dos projetos mais ambiciosos da história da exploração espacial: depois de encontrar água em Marte, os cientistas da NASA pretendem alterar o clima e a atmosfera do planeta vermelho para que os seres humanos possam, um dia, respirar e viver nele. O mexicano, Rafael Navarro Gonzalez, explora a possibilidade do Pico de Orizaba.

Quando viu o lançamento para a missão Lua Apollo 11 em 1969, o jovem Rafael não achava que um dia seria uma das pessoas que fariam parte da equipe de cientistas que forneceu a humanidade uma das descobertas mais importantes que a ciência tem feito nos últimos tempos sobre o planeta Marte: “o planeta vermelho, pode ter a vida”.

Nem ele mesmo imaginava que um dia o homem iria chegar a Marte e colocaria lá seus robôs de investigação do planeta vermelho ou que ele faria parte da equipe que irá lançar bases para tornar que tudo isso se torne realidade.

Representação artística da Colonização de Marte.
(Clique na imagem para amplia-la)

Navarro González é um pesquisador do Instituto de Ciências Nucleares da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) e também está envolvido na equipe que projetou e opera a análise de amostras em Marte com o instrumento (SAM) Sample Analysis on Mars(análise de amostras em Marte), integrado ao robô Curiosity, que busca evidências de vida no planeta vermelho desde 2011.

Em uma entrevista para a equipe de “24 horas”, o médico explicou a importância da última descoberta feita pela NASA: a de que no planeta vermelho pode ter água líquida sob certas condições.

Representação artística da Colonização de Marte.
(Clique na imagem para amplia-la)

“É extremamente importante porque é um dos requisitos para que a vida possa existir. Isto implica que não poderia ser subterrânea vida microbiana. Também é importante porque em futuras missões humanas poderiam usar essa água para missões

humanas para estabelecer base mais temporária ou permanente “.

Esta possibilidade não será concretizada nesta geração, mas já está prevista pela NASA missão tripulada até 2030; no entanto, ele explica, a partir dessa missão a possibilidade de trazer os seres humanos ao planeta vermelho serão estudados e, neste século, os primeiros assentamentos instalá-lo.

Uma parte fundamental da pesquisa se concentra em que, se há vida em Marte, então ele teria que tomá-la; isso exigiria a mudança do clima, porque o planeta vermelho é muito frio e, nestas condições, a sobrevivência é impossível para qualquer forma de vida terráqueo.

RÚSSIA revela VIDA EM MARTE (Espanhol).

Vídeo sobre uma provável colonização de Marte (Espanhol).

Fonte: Youtube
Editado por: Arquivo X do Brasil.

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: