)

jan 24 2017

Colonização de Marte em 2023

Foto: AFP.
(Clique na imagem para amplia-la)

Enquanto a sonda Curiosity explora o solo marciano e investiga a possibilidade de vida no planeta vermelho, a empresa holandesa Mars One sonha mais alto: colonizar Marte a partir de 2023.

O projeto visa a enviar quatro pessoas, que já estão sendo selecionadas, com passagem só de ida para Marte. E tudo deve ser televisionado, como reality show, para bancar os custos da empreitada.

A estrutura no planeta vermelho deve começar a ser montada já em 2016, com o lançamento de um satélite de comunicações e uma cápsula habitável.

Em 2018, uma expedição planetária vai escolher o melhor lugar para a construção da habitação dos humanos. Em 2020, chega a Marte uma estrutura tecnológica e de comunicações. Por fim, em 2022, a tripulação irá partir da Terra para uma viagem de sete meses até lá.

Foto: NASA/Divulgação.
(Clique na imagem para amplia-la)

Depois dos quatro primeiros moradores, deve ser enviado um casal, a cada dois anos, para o desenvolvimento da comunidade. O projeto está orçado em US$ 6 bilhões. 

Segundo pesquisadores, o projeto não vai acontecer: nem mesmo pousar em Marte até a data prevista vai ser possível. “Levar as pessoas a Marte é difícil, sobretudo porque, se você fica no espaço por mais de seis meses, você está suscetível a ter câncer devido à radiação do espaço”, explica.

Para o astrofísico, é preciso foguetes melhores, e isso é possível, desde que haja maior investimento. “Os principais candidatos são ‘motores iônicos’ movidos à luz solar, mas no momento eles ainda são muito ineficientes.

Eu apostaria que o assentamento de Marte vai ter que esperar até que estejamos minerando o cinturão de asteroides de forma rentável. Então não vai ser grande coisa dar uma parada em Marte no caminho até lá”, prevê.


Abaixo Documentário do History Channel sobre Marte.
 


 


 


 

Fonte: Terra, Internet
Editado por: Arquivo X do Brasil

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário