)

jan 20 2017

Enigmalith, ”Componente elétrico embutido em uma pedra tem mais de 100 mil anos de idade” Revela pesquisadores

Um dispositivo elétrico incomum embutido em uma pedra tem aproximadamente 100.000 anos idade. Em 1998, um engenheiro elétrico chamado John J Williams encontrou o que parecia ser um conector elétrico saindo do chão enquanto caminhava na América do Norte. 

Plug Elétrico Jurássico???.
(Clique na imagem para amplia-la)

Ele achava que a aparência do conector era incomum, pois já que no momento ele estava longe de quaisquer cidades, assentamentos humanos, zonas industriais, aeroportos ou centrais elétricas. Ele decidiu cavar o objeto fora do chão para examiná-lo mais completamente. Ele descobriu o que parecia ser um dispositivo do tipo plugue triplo e estava encrustado em uma rocha.

Agora, os geólogos encontraram algo ainda mais bizarro sobre o artefato:  ele tem mais de 100.000 anos de idade, aproximadamente. Foi oferecido a Williams vastas somas de dinheiro para o artefato incomum, conhecido como o paradoxo, incluindo uma oferta extravagante de US $ 500.000. No entanto, ele recusou todas essas ofertas e em vez disso ofereceu aos pesquisadores a análise científica de graça, desde que eles não danificassem a rocha. Os pesquisadores concluíram que o dispositivo tem uma atração magnética fraca e que há uma peculiar “estrutura interna opaca” no centro do artefato. 

Plug Elétrico Jurássico???.
(Clique na imagem para amplia-la)

 

Os pesquisadores que investigaram o objeto, não fazem a menor ideia para qual era o seu propósito e nem conseguiram descobrir de qual material ele é composto.

Os testes revelaram que não é composto nem de madeira, plástico, borracha ou de qualquer outro material utilizado na fabricação moderna. A pedra em si é muito misteriosa. É composta de granito sólido, quartzo, feldspato e mais intrigante de todos, revela pequenos vestígios de mica. 

Radiografia do suposto Plug Elétrico Jurássico.
(Clique na imagem para amplia-la)

 

Mica um isolador incrivelmente poderoso que foi descoberto em misteriosos assentamentos antigos no México.

O mistério é agravado pelo simples fato de que o objeto foi submetido ao teste de datação por carbono 14 e o mesmo revelou que o artefato tem aproximadamente mais de 100.000 anos de idade.

Por esta razão, o objeto não poderia ter sido trabalhado por mãos humanas. Enquanto muitos céticos atribuem o fato como parte de um elaborado plano de falsificação, Williams acredita que é a evidência de uma civilização muito antiga e altamente avançada, e que habitou a Terra, milhares de anos antes dos seres humanos. 

Dada a extrema idade do artefato e a presença de mica, é perfeitamente possível que esta civilização não tenha sido completamente deste mundo.

 

Vídeo sobre o caso “Enigmalith”.

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: