)

«

»

jan 19 2017

Extraterrestres: A Verdade – Parte 1

Esta pintura na caverna de Val Camonica, Itália, data de 15.000 anos atrás. Parece descrever dois seres em trajes de proteção segurando estranhos apetrechos.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

Por Higher Than Eagle – Vivemos numa época única, sobre a qual muito será falado nos tempos vindouros. Eventos estão em curso, quase que atuando desenfreadamente, com ou sem nosso conhecimento. E agora, por este motivo, se faz necessário começarmos a deixar para trás premissas culturais limitantes e adentrarmos direito no campo do conhecimento universal, não apenas do conhecimento local, o qual é manipulado por interesses maiores e de intenções permissivas, em sua maioria. O assunto de que tratarei neste post é por demais delicado e considerado nocivo para muitas pessoas. Isso por que a maioria não tem bagagem para entendê-lo e assimilá-lo de maneira adequada, …

uma vez que ele entra em conflito com grande parte dos costumes culturais, dogmas religiosos, convicções filosóficas e ensinamentos acadêmicos. Mas todo o conhecimento verdadeiro de nossa origem, nossa atual realidade e nossos possíveis futuros, passam por tal assunto e não se alimentam sendo alheios a ele. É como o nosso fogo e o oxigênio, sem este, aquele não consegue se manter vivo.
Sim, querido leitor, falaremos sobre extraterrestres, ou numa conotação mais justa: cidadãos cósmicos. E espero que caso este assunto ainda não seja completamente viável para seu atual nível de entendimento dos fatos desta realidade passageira e daquela eterna, você se mantenha firme na leitura destas linhas, pois sem este entendimento, nada fará sentido para as novas verdades que estamos próximos de alcançar. Por essa razão, começarei de uma forma mais básica e lenta (para aqueles que ainda não estão familiarizados com o tema) para então, ao longo destas linhas, irmos direto à parte relevante e que realmente importa.

Extraterrestres Existem?

Extraterrestres Existem?.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

Primeiramente, precisamos nos colocar no nosso devido lugar. A arrogância da humanidade sempre foi um empecilho para a Ciência e para a descoberta de novas realidades. Somos tão seguros em nossa vaidade, que mal conseguimos ver um palmo à frente do nariz, todavia atestando com toda a fé que não existe nada além deste palmo. Pois bem, a novidade (não tão nova) é que o palmo na frente do nariz é tão ínfimo quanto as mentes de quem o suporta. O planeta Terra tem cerca de 7 bilhões de habitantes; nosso sistema local tem uma estrela (nosso sol) e alguns planetas e planetóides o circulando; nossa galáxia, a Via Láctea, tem mais de 200 bilhões de estrelas; o universo atualmente visível tem mais de 200 bilhões de galáxias. Na proporção de nosso sistema solar, o ser humano é como um grão de areia; se falarmos de galáxia, o ser humano é um átomo; que dirá se falarmos de todo o universo? A ciência ainda não consegue ver uma partícula que possa ilustrar a cretinice humana em relação ao universo. Percebe nosso tamanho? Pois mesmo assim, ainda achamos que sabemos tudo, temos todas as respostas e somos os mais avançados. O tamanho da queda é relativo ao tamanho da arrogância. E isso poderá ser visto em breve. Pois bem, é inaceitável acreditar que apenas nosso planeta contenha vida. É irracional a ideia de que não há vida inteligente fora da Terra. E aqueles que levantam essa bandeira são de uma tolice que desafia a lógica. Mesmo sem a necessidade de comprovações científicas, usando apenas a lógica e razão, podemos atestar que as civilizações inteligentes não só existem fora do nosso planeta, como são prolíferas por todo o cosmos. Algumas muito mais avançadas, outras ainda no florescer. Todavia, ao passo que a humanidade é comprovadamente nova na amplitude temporal do universo, é mais provável que haja muito mais civilizações tecnológica e espiritualmente avançadas do que atrasadas.

Somos Visitados?

Somos Visitados?.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

A ciência estima que o planeta Terra formou-se há 4,54 bilhões de anos, sendo que o Universo é estimado ter entre 13,5 a 14 bilhões de anos. Pois bem, estima-se que o Homo Sapiens tenha surgido “incompleto” há cerca de 200 mil anos, tendo chegado ao desenvolvimento anatômico há cerca de 50 mil anos. Se usarmos a alegoria de que a idade do nosso planeta corresponde ao calendário anual, seria o mesmo que dizer que o homem moderno surgiu no último segundo do dia 31 de Dezembro. Ou seja, acabamos de chegar! E somos as crianças mimadas e rebeldes que acham que sabem e podem tudo.

Imaginemos então uma civilização com mais de 200 mil, 500 mil, 1 milhão de anos! Agora tente imaginar uma civilização, ou raça, que chegue na casa do bilhão! Entende o quão ínfimo pode ser o nosso entendimento sobre o universo e a vida contida nele? Qualquer civilização 10 mil anos mais avançada que a nossa poderia criar tecnologias que nossas mentes mais geniais sequer poderiam imaginá-las nem em seus sonhos mais exóticos. E um dos grandes defeitos da Ciência atual é tentar impor a verdade sobre o universo baseando-se na tecnologia disponível no momento, mesmo que ela seja atestada tornar-se obsoleta em poucos anos conseguintes, com isso colocando os fatos como absolutos.

Pois bem, querido leitor, entenda que o que direi agora, caso seja novo para você, poderá entrar em conflito com muitas de suas crenças, mas é necessário, pois está ligado intimamente com toda a história da raça humana, inclusive nos dias atuais. Sim, fomos visitados e continuamos a ser visitados até os dias atuais, com alguns períodos longos de isolamento, o último terminando há mais de 50 anos, quando as visitas voltaram, porém de forma discreta e anônima.

Este assunto é de extrema importância, pois como já disse, está ligado diretamente à nossa origem, e portanto necessita ser apresentado para quem está em busca do conhecimento, e por conseguinte, da sabedoria.

Visitas Ancestrais

Astronautas Antigos?.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

O passado do homem está bem além do que é dito nos livros de história. Não preciso dizer a você, querido leitor, que tanto a Ciência quanto a Educação são manipuladas a certo nível para que assuntos e temas de extrema valia para a libertação da mente humana sejam apagados do contexto cientificamente aceito, deste modo impedindo que a verdadeira origem humana seja encontrada, e por conseguinte, a real natureza residente além das barreiras materiais. O governo oculto, como já foi dito neste blog, atua há dezenas de milhares de anos neste planeta, desta forma, a manipulação sempre esteve presente, adaptando-se às épocas e níveis tecnológicos e culturais da humanidade. Uma das principais manipulações é a ocultação de informações relativas ao nosso passado. Tais informações resolveriam os chamados mistérios da humanidade que até hoje intrigam paleontólogos, arqueólogos, historiadores e até teólogos por todo o mundo. Entendam que todos os documentos, escrituras e livros que continham informações relevantes e escritas de modo direto, científico, contextual e didático foram queimados, rasgados, apagados ou escondidos. TODOS. Aqueles que foram escritos de uma forma indireta, com ênfase poética, misturando-se a mitologias e costumes culturais de determinadas regiões foram mantidos. Isso porque uma das táticas da manipulação é mostrar a verdade sob um ponto de vista alternativo e pouco confiável, denotando-se assim um objeto puramente artístico e folclórico, não se convertendo na afirmação história e verossímil de uma verdade existente. É o que se faz, por exemplo, com os filmes e séries de tevê atuais. Mostram a verdade sob um ótica artística para que ela seja considerada apenas um tema ficcional.
Portanto, documentos e escrituras verdadeiras, porém escritas de maneira artística, são tidos como obras fantasiosas e que não devem ser consideradas sérias. Exemplos: o Mahabharata, os Vedas, o Livro de Urântia, o Ramayna, o Antigo Testamento, etc. “Peraí, o Antigo Testamento?” Pois é, querido leitor, 80% do Antigo Testamento é de fato real, porém ao longo do tempo foi sendo mal interpretado e traduzido, e tendo sua real natureza perdida (falarei disso em outra ocasião, mas saiba que o Deus descrito na escritura é outra entidade, imperfeita e cheia de complexos), servindo então como meio de manipulação pelo governo oculto. E a maioria dos textos antigos que ainda sobrevivem padecem do mesmo mal, sendo o principal e mais grave o erro de tradução, seguido do erro de interpretação.

Extraterrestres Existem?.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

Pois bem, não só fomos visitados por seres de outros mundos, como também fomos totalmente influenciados e manipulados por muitos deles na antiguidade. E os textos antigos os descrevem em abundância, tanto suas aparências quanto suas tecnologias. A descrição mais emblemática é a de veículos aéreos, descritos como carruagens de fogo no Antigo Testamento, Vimanas nos Vedas, Dragões (um tipo de dragão) em textos chineses, etc, etc, etc.

É importante entender que quando a humanidade convivia abertamente com os chamados fenômenos alienígenas, a escrita ainda engatinhava, por isso as descrições de pessoas, eventos, aparelhos e comportamentos são por vezes figurativas e metafóricas, pela falta de expressões vigentes para o real entendimento do que se propunha a tratar. Por isso é usado termos “carruagem de fogo”,  “carruagem alada”, “filhos dos deuses”, “pássaros metálicos”, “demônios”, “anjos”, etc; pela falta de palavras para expressar o que se queria.

Os conservadores, que estão acostumados a trabalhar com o lado esquerdo do cérebro, sempre precisaram de provas mais diretas e elas sempre estiveram ao nosso redor, em grande escala, para que pudéssemos comprová-las sem a necessidade de interpelar a respeito.

PARTE 2

Fonte: Internet
Editado por: Arquivo X do Brasil

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: