)

jan 28 2017

Há cada vez mais pessoas estão sendo levadas por extraterrestres

Avistamentos de óvnis em Tela de Radar.
(Clique na imagem para amplia-la)

A Associação de Pesquisa Ovni (APO) calcula que cerca de 105 milhões de pessoas tenham sido levadas da Terra por extraterrestres. “Há cada vez mais abduções”, explicou o presidente, Luís Aparício, ao tvi24.pt.

Segundo o especialista em ovnis, os bebés são levados em naves espaciais e são reproduzidos aos milhões, numa mistura entre ser humano e extraterrestre, um “híbrido” com “poderes mágicos”. “Existem milhões de grávidas na Terra sem explicação”, apontou.

O presidente da associação garante que o maior indiciador das abduções em Portugal é o “tráfego intensíssimo de ovnis” que se verifica atualmente. Temos encontrado cada vez mais indícios em frente à Fonte da Telha, onde há um fenômeno ovni intenso há muitos anos, disse.

Quando as pessoas abduzidas regressam, dizem que vêm à Terra com uma missão e até Jesus Cristo e outros pregadores podem ter sido extraterrestres que vieram anunciar algo de sobrenatural. Para o milagre de Fátima, em 1917, há uma explicação da APO. Chamam-lhe uma aparição mariana, uma visão de Maria. O que aconteceu em Fátima foi a utilização de meios ovniológicos para acompanhar algo de mais divino na Terra. E a Igreja apropriou-se disso, lamentou Luís Aparício.

A aparição que mais destaca, no entanto, ocorreu a 16 de maio de 1954. Formaram-se nuvens no céu, o sol transfigurou-se e começou a ficar dourado. Um homem saiu da Asseiceira (Rio Maior) e viu que o sol estava normal noutro local. É a maior prova mundial que eu conheço, frisou.

Todas as semanas, a APO recebe dois ou três relatos de avistamentos de ovnis em Portugal, embora por vezes não passem de pássaros. Para o presidente, os mais credíveis traduzem-se em marcas deixadas no terreno, como em Alfena, em 1981: Os extraterrestres vieram roubar-nos eletricidade através de cabos que atiraram das naves. Outra das provas que apresenta é a mutilação de gado. Eles andam a roubar vacas, tiram-lhes os órgãos e atiram-nas de novo cá para baixo. Pelo menos vinham cá metê-las no sítio, brincou. A associação tem um panfleto sobre como agir nestes casos:

 Como nos devemos comportar perante um ovni poisado em terra.

A – Quando vir um Ovni poisado em terra, procure não ficar exaltado, perante aquele fenômeno desconhecido. O pânico será o seu pior inimigo.

B – Não se aproxime do Ovni. Só poderá fazê-lo se receber sinais ou for convidado pelos seus ocupantes. Não seja curioso. A aparente facilidade com que os ocupantes do Ovni saem e entram, não significa que você tenha também essa possibilidade. O aparelho é rodeado de campos magnéticos e você não sabe como penetrar neles. Também poderá haver certos sítios do aparelho que têm alguma radiação e outros locais não. Os ocupantes poderão ter proteção e conhecimento para se afastarem dessas partes. Mantenha-se afastado.

C – Evite gesticular bruscamente. Ponha-se na pele dos ocupantes e tendo em atenção que eles conhecem bem o nosso lado guerreiro, qualquer gesto mais brusco poderá ser interpretado como um início de agressão.

D – Você está a observá-los, mas eles poderão também estar a observá-lo a si. Deixe que eles tomem noção da sua não agressividade. Se tiver que afastar-se, faça-lo lentamente.

E – Deixe que sejam eles a tomar a iniciativa do contacto. Por vezes o interesse deles está na busca de plantas ou pedras e não em você.

F – Se lhe fizerem gestos para se aproximar, faça-o lentamente e sempre com o espírito de amizade. Se puder envie-lhes pensamentos de boas vindas e pergunte-lhes se eles querem a sua ajuda nalguma coisa. Lembre-se que muitos deles são telepatas.

G – Não tente agredi-los, isso seria um erro crasso, visto que eles poderão paralisa-lo com algum tipo de raio ou energia. Não aponte nenhum tipo de luz para nave. Eles poderão entender a luz como uma arma. Não lhes atire com nenhum objecto, isso seria tido com bastante primitivo e passível de obter uma resposta negativa pela parte deles.

H- Eles poderão tentar falar consigo ou fazer gestos ou mentalmente fazerem-se perceber, por isso procure obter explicações técnicas do funcionamento da nave e de outros aparelhos, assim como tente saber donde eles vêm.

I – Observe e guarde bem na memória todos os pormenores daquilo que está vendo.Observe as suas feições, a roupa, como é e qual é a forma de algum objecto que eles tragam na mão, bem como são manipulados.

J – Se for convidado a entrar no Ovni, tente ter a certeza que volta ao mesmo local e em segurança. Ao voltar saia lentamente e afaste-se, visto que o aparelho ao voltar a subir  poderá ativar um campo magnético.

K – Comece de imediato a passar em revista todo o que viu. Procure de imediato um papel e uma caneta e escreva tudo, com todos os pormenores.

L – Não volte a entrar no local do poiso, coloque pedras ou outros meios na sua periferia, para o seu futuro reconhecimento. Lembre-se que o local poderá eventualmente conter indícios de radiações nocivas e só com um contador Geiger poderá determinar essa possibilidade.

M – Dirija-se a alguma Associação que estuda a temática Ovni ou a APO poderá também contactar as autoridades mais próximas.

As teorias da conspiração não faltam. Roswell é o caso mais famoso, mas também pode ter acontecido algo semelhante em Portugal. Em 1952, caiu um ovni na Serra da Gardunha. A PIDE esteve lá e afastou as pessoas para não verem, disse Luís Aparício. Talvez os governos tenham razão em não divulgar. Veja o que aconteceu com a Guerra dos Mundos [invasão de aliens anunciada na rádio], com as pessoas tão alarmadas…

O presidente da APO lamenta não ter apoios para verificar os avistamentos, mas garante que o “auxílio” que presta às pessoas abduzidas é suficiente. Andam em psiquiatras e tomam drogas até que lhes explicamos o que lhes aconteceu e ficam muito agradecidas. Para os que não acreditam em nada disto, Luís Aparício aconselha: Visitem o YouTube. Há coisas que não conseguimos ver, mas as máquinas veem tudo.

O Dia Mundial do Ovni comemora-se em 24 de junho de 1947 pois foi a data que o piloto Kenneth Arnold viu vários discos voadores em Washington, naquele que se considera o primeiro avistamento da ovniologia moderna.

Fonte: tvi24.pt
Editado por: Arquivo X do Brasil

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: