)

fev 21 2017

Foto de um Suposto Disco Voador em Porta Aviões é GENUÍNA, diz William Tompkins um engenheiro Aeroespacial aposentado!!

foto de um Disco voador pousando em um porta-aviões é GENUÍNA.
(Clique na imagem para amplia-la)

De acordo com William Tompkins, um engenheiro aeroespacial aposentado que teve uma carreira de quatro décadas com as principais corporações dos EUA até 1984, uma suposta foto de um Disco voador pousando em um porta-aviões é GENUÍNA.

A carreira de Tompkins começou como um operário da Inteligência Naval, de 1942 a 1946, onde trabalhou com dados da inteligência, para selecionar corporações aeroespaciais dos EUA sobre as naves espaciais anti gravidade que teria secretamente sido desenvolvido na Alemanha nazista. Ele forneceu vários documentos que dão credibilidade a seu relato de que realmente teria trabalhado na tal missão secreta e operava as informações fora da aérea naval, em San Diego.

Tompkins discutiu sobre a foto do ovni estacionado no porta-aviões, em uma entrevista de rádio em 4 de maio e alegou que a foto foi tirada de uma das pistas de pouso do porta-aviões da Marinha dos Estados Unidos. “Os Ovnis que aterrizavam no porta-aviões eram pilotados por extraterrestres nórdicos” ditos amigáveis:

“É um dos vários Ovnis extraterrestres nórdicos que aterrizavam em porta-aviões da Marinha dos Estados Unidos. É o que você está olhando. . . Você está olhando para o ovni a partir do fundo da cabine de comando do porta-aviões, as imagens mais antigas, foram tiradas de perto, e você as verá mais tarde”.

Tompkins explicou como a embarcação extraterrestre pousou e transportou o almirante do grupo de batalha naval da marinha americana, até a nave-mãe dos alienígenas,no espaço para discutir com seus comandantes a bordo de uma espécie de “Marinha Espacial Nórdica”.

É uma longa história. Os Alienígenas chegaram em uma de suas naves, queriam falar com o almirante que é o nosso comandante do grupo de batalha em particular. Os Alienígenas mostraram sua programação e propuseram uma reunião com nosso almirante, e a conferencia se daria em sua nave mãe, o almirante junto com outros tripulantes do porta-aviões, decolaram naquela aeronave alienígena em direção à nave-mãe. E após concluída a reunião com os irmãos extraterrestres os trouxeram de volta algumas horas mais tarde.

Tompkins enfatizou a regularidade de tais aterrissagens devido à pequena chance que poderiam ser testemunhados enquanto os navios estavam no mar:

Como eu estou apenas dizendo, há uma história inteira de todos estes. . . Porque . . . Os OVNIs pousaram em nossos porta-aviões muitas vezes. OK? É bom porque ninguém pode vê-los fazendo isso.

No lado direito da foto estão as palavras “foto oficial da marinha dos EU” que sugerem que alguém ligado à marinha tinha arranjado para sua liberação na arena pública.

Um dos convidados, Frank Chille, descreveu como obteve pela primeira vez uma cópia da foto e o que ele sabia sobre ela pertencente à Marinha dos EUA:

Há um pouco de uma história lateral no disco que pousou no porta-aviões. Acredite ou não, essa fotografia original me foi mostrada por Graham Bethune há mais de 15 anos … E segurei-a nas minhas mãos. Ele me permitiu fazer uma cópia da foto. Ao fazer a cópia observei do outro lado da foto os seguintes dizeres, “U.S. Navy, top-secret, eyes only, 1955”..

Nashville

Disco voador em Nashville.
(Clique na imagem para amplia-la)

Graham Bethune era um comandante da Marinha dos EUA, agora falecido, que depois de sua aposentadoria, lançou algumas das fotografias mais famosas na Ovniologia. Suas fotografias do avistamento de1989 em Nashville, Tennessee, por exemplo, estão entre os melhores já lançado em publicações sobre ovniologia.

Graham Bethune ganhou o acesso a muitas fotografias da marinha durante sua carreira militar, que incluísse foram 12 anos como comandante do plano de transporte VIP e seis anos com o departamento naval da aeronáutica. Trabalhou subsequentemente por anos para ajudar a divulgar a informação relacionada aos Ovnis, e não há nenhuma razão para acreditar que fabricaria uma foto falsa de uma aterrizagem de um Ovni em um porta-aviões.

Chille descreveu as circunstâncias em que Bethune lhe permitiu fazer uma cópia 15 anos atrás e o que aconteceu quando ele compartilhou pela primeira vez com Tompkins em maio de 2016:

Graham Bethune sempre teve algumas fotografias incríveis, mas ele me deixou fazer uma fotografia deste objeto, porém nunca me contou o que havia por trás. Quando eu disse a Bill [Tompkins] sobre isso, ele disse: “Frank.”, “você pode me trazer a foto?” Ele diz: “Acho que conheço a história que está por trás disso”. Ele pegou a fotografia e disse que isso se encaixa diretamente em seu livro, começando pela página dois.

Nas páginas dois a três de seu livro, Selected for Extraterrestrials , que foi publicado em dezembro de 2015, Tompkins descreve um incidente muito semelhante ao descrito na foto.

Um grande disco voador pairava sobre o grupo de porta-aviões liderado pelo USS Coral Sea. 5000 pessoal da Marinha viu o “avião-pires” voando de acordo com Tompkins. Em seguida, descreveu as comunicações telepáticas sendo estabelecidas entre os comandantes do grupo de batalha do porta-aviões e os tripulantes do disco voador, antes de terminar sua história, na entrevista de rádio do dia 4 de maio , Tompkins confirmou que a foto era do mar de USS Coral (CV-43), semelhante ao que ele havia descrito em Selected for Extraterrestrials , antes de ver a foto de Bethune:

Na verdade, a aeronave que você está vendo na cabine de voo, são A-6, que são um tipo de aeronave de ataque… E esse navio é o USS Coral Sea. 

Ilustração – Alien Nordicos.
(Clique na imagem para amplia-la)

O avião de caça Grumman A-6 Intruder entrou em serviço naval em 1963, o que sugere que a foto foi tirada em 1963 ou após este ano. A data de 1955 Chille lembrou no verso da foto, como um leitor astuto, apontou em um comentário a um anterior Versão deste artigo, “não se referiria à data da foto, mas referiria a data do guia de classificação que estabeleceu o nível do documento que está sendo carimbado.”

Tompkins confirma que a foto liberada pelo Comandante Bethune para Chille é genuína é altamente significativa. Ele revela que a Marinha dos EUA estava cooperando ativamente com uma raça extraterrestre nórdica já em 1963.

Além disso, Tompkins alega que durante seu trabalho de 1951 a 1963 em um depósito secreto na Douglas Aircraft Company na área de Projetos Avançados, ele estava sendo assistido por dois extraterrestres nórdicos femininos que se passavam como secretárias comuns. Elas estavam ajudando-o secretamente a projetar uma nave espacial de um quilômetro de comprimento que seria construída mais tarde para o programa espacial Solar Warden na década de 1980.


 

Consequentemente, durante as décadas que se levou para a concepção e construção de grupos de batalha espacial secreto, parece que a Marinha dos EUA estava trabalhando de perto na coleta de informações sobre as operações e missões dos grupos de batalha espaciais extraterrestres nórdicas.

Tompkins também diz que os nórdicos estavam em um grande conflito com extraterrestres reptilianos, que se aliaram com a Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial e ajudaram os alemães a construir um programa espacial secreto na Antártida.

A foto de um disco voador pousando em um porta-aviões é baseado em um fato genuíno, seria uma dura evidência de que a Marinha norte-americana desde os anos 60 vem cooperando ativamente com um grupo de extraterrestres “nórdicos” amigáveis ​​que identificaram a Marinha como Aliados em um conflito galáctico mais amplo.

Veja o Vídeo Abaixo:

 

Fonte: alien-ufo-sightings
Editado por: Arquivo X do Brasil

 

1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário