)

«

»

abr 30 2017

As profecias revelam: Esta prestes a acontecer a chegada dos Extraterrestres.

Ilustração – Chegada dos Extraterrestres.
(Clique na Imagem para Amplia-la)

Dentre os grandes mistérios com os quais o homem tem se ocupado, dois têm recebido cada vez mais atenção das pessoas que se dedicam a estudar o fantástico e o inexplicado: a natureza das profecias e a existência de extraterrestres.

Na verdade, há várias correlações entre esses dois assuntos. Ambos parecem estar intrinsecamente ligados a possíveis grandes mudanças que o planeta poderá enfrentar nos próximos anos, as profecias prevendo-as, e os extraterrestres fazendo parte delas.

Efetivamente, entre os principais acontecimentos listados nas profecias está o contato público e definitivo da Humanidade com extraterrestres, mostrando a grande interatividade que existe entre os dois temas.

Muitos são atualmente os videntes, canais e sensitivos que anunciam a proximidade de nossa comunicação face a face com alienígenas. Isso vem ao encontro das expectativas criadas nos meios ufológicos nos últimos anos, devido ao aumento das observações e a alteração do comportamento das naves, que estão gradualmente deixando de se esconder.

As pessoas que atuam como canais parecem estar em contato com dezenas de civilizações diferentes, muitas vezes repassando informações conflitantes entre si. Boa parte desses dados supostamente transmitidas por seres extraterrestres e interdimensionais relaciona-se a previsões para o futuro. Mas o inverso, ou seja, profecias citando Ets, vêm de bem mais longe. Há muitas alusões a um tempo de grandes tribulações como nunca houve antes, e em meio a enormes catástrofes e transformações tanto geofísicas quanto socioeconômicas, o aparecimento de seres vindos do cosmos.

Nesse estudo, vamos adotar como critério, abordar essas citações por ordem cronológica, começando pela Bíblia. No livro das Revelações, o Apocalipse, entre tantas passagens obscuras, temos uma intrigante: o surgimento dos “gafanhotos”. No capítulo 9, o da quinta trombeta, lemos, nos versículos 3 a 6:

“E da fumaça saíram gafanhotos pela terra, dotados de um poder semelhante ao dos escorpiões da terra. Disseram-lhes, porém, que não danificassem a vegetação da terra, nem o que estivesse verde e as árvores, mas somente os homens que não tivessem o selo de Deus sobre a fronte. Foi-lhes dada a permissão, não de matá-los, mas de atormentá-los durante cinco meses com um tormento semelhante ao do escorpião quando fere um homem. Naqueles dias, os homens procurarão a morte, mas não a encontrarão, desejarão morrer, mas a morte fugirá deles”.

Sem dúvida, trata-se de um quadro obscuro. Mas vamos tecer considerações. Obviamente, João não fala de simples insetos, já que estes “gafanhotos” estão armados e saem de dentro da terra (veja o capítulo inteiro, nas Escrituras). Logo, trata-se de algum tipo de ser desconhecido na época do evangelista, que usou os termos mais próximos de que dispunha para descrever o que foi-lhe mostrado. Além disso, as tais entidades atacam apenas seres humanos, justamente os que não possuem a proteção divina devido à sua falta de fé.

A hipótese que levantamos é a de que João viu a ação de extraterrestres nocivos em nosso planeta. Devemos aqui recordar as terríveis mutilações de gado feitas por alienígenas durante décadas e até hoje, para coleta de material biológico para experiências genéticas (e alimentação em alguns casos, segundo algumas denúncias mais paranóicas). Note-se a semelhança entre as descrições de certos Ets com as cabeças do louva-a-deus e do gafanhoto.

Ora, sentindo a aproximação da transmutação do planeta e da Humanidade, certos extraterrestres caídos podem finalmente sair de seus esconderijos subterrâneos para fazer uma verdadeira pilhagem biológica, antes de retirar-se do planeta. É por isso que não atacam os vegetais; não lhes interessam. E como fariam isso? Autópsias feitas em alguns animais mutilados sugerem que os tecidos e órgãos podem ter sido retirados com eles ainda vivos. O mesmo parece ter ocorrido no famigerado “Caso Guarapiranga”, com um ser humano. Ao que tudo indica, esses alienígenas mantêm a vítima viva, paralisada e talvez consciente enquanto a mutilam, quem sabe para obter “material” de maior qualidade ou captar algum tipo de energia vital. Isso explicará o porque “homens desejarão morrer e não conseguirão”.

Vamos nos abster aqui de comentar outros trechos famosos da Bíblia, como aquele em que Elias vê, segundo muitos, uma nave – mas que mais provavelmente era um merkabah, um veículo de luz usado por seres superiores, e não simples extraterrestres.

Excetuando-se os bíblicos, o mais famoso e importante profeta conhecido foi Nostradamus. Em suas Centúrias, Presságios e Sextilhas, ele menciona muitas vezes fenômenos astronômicos, e em alguns casos aparentemente cita extraterrestres. Dada a natureza particularmente misteriosa de seus escritos, é possível que haja várias passagens relativas a Ets, sem que as percebamos. Outro problema é a enorme discrepância entre as traduções e interpretações dos diferentes exegetas. Mas, a despeito disso, vejamos o que diz o “Presságio 52”, um dos mais célebres, conforme Renzo Baschera:

“Quando o grande cometa aparecer, o Governo cairá,

Fome, doenças, fogo e sangue inundarão o Ocidente;

Fim das riquezas, tudo será provocado pela vinda

De sediosos carecas de pele iluminada”.

A quadra dispensa comentários. A primeira coisa que nos vêm à mente quanto aos tais “carecas” é que podem tratar-se de extraterrestres. A quadra 72 da Centúria X é mais conhecida ainda, principalmente pelos primeiros versos: “Em 1999, sétimo mês, do céu virá um grande rei de Terror”. Há quem diga que esse rei venha a ser o líder de uma invasão alienígena; mas pode tratar-se também, talvez até mais provavelmente, de um asteróide ou cometa em rota de colisão com a Terra.

Já em nosso século, temos que destacar as previsões do papa João XXIII, escritas provavelmente em 1935, quando ele ainda era legado apostólico na Turquia e na Grécia. Surpreendentemente claras, elas foram em parte reveladas ao mundo no livro “As Profecias do Papa João XXIII”, de Pier Carpi. Na página 160 da tradução brasileira, lemos: “Sempre mais numerosos os sinais. As luzes no céu serão vermelhas, azuis e verdes; velozes, crescerão. Alguém vem de longe, deseja encontrar os homens da terra. Encontros já ocorreram. Mas quem viu verdadeiramente se calou”.

Que dizer?… O significado é nítido. As palavras adiantam o que vemos hoje em dia: aumento na casuística ufológica; a forte sensação de que o contato está próximo; e o fato de que no passado alguns governos foram procurados por extraterrestres, escondendo isso da população.

Em janeiro de 1973, o jovem professor universitário norte-americano James J. Hurtak foi envolto num manto de luz e levado aos céus superiores, onde recebeu os ensinamentos que foram transcritos na incrível obra “O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch”. O livro traz uma quantidade perturbadora de informações muito avançadas e inéditas, tanto espirituais quanto científicas, além de profecias. Dada a pluralidade dos mundos, dimensões e universos habitados, boa parte da obra fala de seres extraterrestres e ultraterrestres, estes mais avançados.

Na Chave 3-0-8, página 419 da edição brasileira, lê-se: “E sobrevirá uma grande guerra e os exércitos dos ‘Triunfadores Finais’ lançarão os seres teratóides nas regiões dos céus inferiores e sobre os planetas, como punição. A humanidade terá então de escolher entre os que trazem uma escritura à Terra com bases em substâncias velhas e contaminadas e os que trazem as escrituras de Sabedoria que proclamam um pluralismo de mundos por meio da perfeição de tudo que for possível em Nome de YHWH!”.

Na Chave 3-0-9, páginas 427 e 428: “Os eventos associados com a aterrissagem dos biossatélites negativos e a guerra entre as inteligências espaciais ‘não-Adâmicas’ e as Irmandades que usam biossatélites positivos, sob o controle de Michael, serão precedidos por indicadores astronômicos. Serão vistos esquadrões de veículos pairando sobre as importantes cidades do mundo, motivando a humanidade a buscar respostas espirituais para a vida. As comunicações gerais em todo o planeta serão interrompidas”. Os biossatélites são gigantescas naves com até oitenta quilômetros de comprimento, usadas em evacuações de planetas, e capazes de reproduzir ecossistemas inteiros.

Mais direto ainda o seguinte trecho da página 549, Chave 3-1-9: “Depois disso, vi como o Homem foi preparado para a aterrissagem física de uma delegação de seres interplanetários que explicaram como o Homem violou a Lei Cósmica e tinha necessidade de uma redefinição da Vida. A delegação de seres interplanetários permaneceu sobre a Terra somente por um curto período temporal e depois deixou os milhões e milhões de pessoas que, ou se admiraram das maravilhas de outros mundos de inteligência, ou se ressentiram e se desestruturaram por causa do proclamado regresso de Michael e Cristo”.

As Chaves são claras, portanto: em breve receberemos uma delegação alienígena que nos advertirá de nossos erros e confirmará o retorno de Cristo; depois, extraterrestres negativos surgirão publicamente sobre todo o planeta, oferecendo uma falsa “salvação”. Eles serão combatidos pelas forças de Luz, as quais serão atacadas por militares terráqueos.

Ainda podemos citar as mensagens de Maria, mãe de Jesus, através de muitas pessoas espalhadas pelo mundo. No livro Mensagens de Maria para o Mundo, de Annie Kirkwood, há várias menções a extraterrestres, como nas páginas 27 e 28: “Haverá um aumento na atividade dos ÓVNIs (…) Luzes estranhas virão do espaço, como jamais se viu na Terra”. Em outro trecho, na página 32: “Além disso, as civilizações que habitam outros planetas aparecerão em grande número. Cada vez mais pessoas os verão, e autoridades de elevado escalão os fotografarão”. Na 37: “Nos últimos cinco anos, os ÓVNIs serão vistos quase diariamente. Eles virão em grande número e tentarão fazer com que os governos da terra entendam que estão vindo em paz. Estabelecerão estações em áreas do planeta pouco habitadas. Existem poucas regiões apropriadas, mas eles estabelecerão subestações nas montanhas e em algumas regiões desertas. Em outros planetas próximos à Terra, já existem estações que têm sido preparadas e abastecidas para a chegada dos homens. Nos últimos dias, elas acolherão muitas pessoas e garantirão sua sobrevivência”.

Por fim, na página 39: “Será nesses anos (após grandes fatalidades) que alguns dos alienígenas aparecerão repentinamente aos seus líderes mundiais e oferecerão ajuda. (…) Com uma nova atitude, os seus líderes mundiais estarão preparados para ser informados sobre as providências que salvarão as populações e sobre a futura mudança de orientação da Terra. Os extraterrestres, como vocês os denominam, prestarão valiosa ajuda, mas seus líderes não revelarão essas negociações”.

Como o leitor pôde notar, são fartas nas profecias as citações do grande momento em que finalmente será levantada a quarentena que isola nosso planeta há milênios das outras civilizações. O contato será feito tanto com Ets negativos ou caídos, que procurarão nos enganar, quanto com positivos que virão em nome das Hierarquias superiores nos socorrer, durante as grandes tribulações que se aproximam. A cada um de nós caberá saber discernir a que lado ligar-se, decisão que resultará na sobrevivência ou não às transformações do planeta e à segunda morte.

 

 


Veja o Vídeo Abaixo:

 


Trabalhamos para divulgar notícias sobre Ovnis, Osnis, Ebes, ETs, Alienígenas e afins.


Fonte: Universus, Roberto dos Santos Ferreira
Editado por: Arquivo X do Brasil

 
 

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: